• Enviamos para todo o Brasil!
  • Até 7 dias para devolver a compra
  • Em até 10x sem juros no cartão
0
Seu carrinho está vazio

Descrição do produto

No mundo secreto das coisas, o que importa é que elas sejam usadas, exibidas ou destruídas. Mas o que será que acontece quando seus sentimentos resolvem gritar? Quando a avó Alice é levada às pressas para o hospital, a placidez da existência de Viriato é bruscamente interrompida. É nesse cenário, marcado pela luz artificialmente branca e o ar rarefeito, que ele conhece Carolina, uma mulher misteriosa, sensual e perigosa. Repleta de segredos, ela começa a deixar um rastro de acontecimentos imprevisíveis quando se instala em sua casa. Contudo, tanto sua mãe, Mariana, quanto seu patrão, Alberto, percebendo a ameaça que o ronda, se unem sem seu conhecimento para darem um fim nessa situação. Rompendo de vez com a tranquilidade que existia em sua vida, Viriato decide visitar a Casa Cinzenta, e lá descobre que pessoas são tratadas como “coisas” por um “empresário” cruel e violento. Apesar dos avisos de Alberto para Viriato se afastar antes que alguma tragédia aconteça, mulheres como Luba, a romena, e Asali, a nigeriana, o fascinam e o inquietam. Mas é o encontro com Alma que o fará mudar de rumo, levando-o a descobrir outra forma de amar, e forçando-o a refletir sobre os seus limites, sobre o que é a liberdade de escolha e sobre os acasos a que alguns preferem chamar de destino. SOBRE O AUTOR: Cláudia Cruz Santos nasceu em Aveiro, Portugal, em 1971. Doutorou-se em Ciências Jurídico- -Criminais pela Faculdade de Direito de Coimbra, onde é professora. Foi a primeira mulher a presidir um Órgão Disciplinar das competições profissionais de futebol em Portugal. Foi assessora do Ministro da Justiça entre 2000 e 2002 e foi uma das representantes portuguesas no Grupo de Estados contra a Corrupção do Conselho da Europa. É autora de várias obras jurídicas já publicadas. Em 2019 foi eleita deputada à Assembleia da República e coordenadora do Grupo Parlamentar do Partido Socialista na Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias. O seu primeiro romance, Nenhuma Verdade se Escreve no Singular, foi publicado em Portugal em 2017.

Características

Características Gerais

Autor
NAO CONSTA
Editora
NAO USAR -CITADEL
ISBN
9786550471286
Ano Publicação
2021
Dimensões
23,00x16,00x1,40
Páginas
288
Acabamento
BROCHURA
Assunto
OBRAS GERAIS
Idioma
Português
Biografia do autor
Cláudia Cruz Santos nasceu em Aveiro, Portugal, em 1971. Doutorou-se em Ciências Jurídico- -Criminais pela Faculdade de Direito de Coimbra, onde é professora. Foi a primeira mulher a presidir um Órgão Disciplinar das competições profissionais de futebol em Portugal. Foi assessora do Ministro da Justiça entre 2000 e 2002 e foi uma das representantes portuguesas no Grupo de Estados contra a Corrupção do Conselho da Europa. É autora de várias obras jurídicas já publicadas. Em 2019 foi eleita deputada à Assembleia da República e coordenadora do Grupo Parlamentar do Partido Socialista na Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias. O seu primeiro romance, Nenhuma Verdade se Escreve no Singular, foi publicado em Portugal em 2017.

Produtos Relacionados

Sem Avaliações

Seja a primeira pessoa a avaliar este produto!

Sua avaliação vai ajudar muitas pessoas que desejam saber mais detalhes deste item. Em 2 minutinhos você consegue descrever e mostrar fotos do produto!

Aceite os cookies e tenha uma melhor experiência em nosso site, consulte nossa Política de Privacidade.